Home PECUÁRIA Bovinos de Corte SP prorroga prazo para entrega da declaração de vacinação contra febre aftosa

SP prorroga prazo para entrega da declaração de vacinação contra febre aftosa

SP prorroga prazo para entrega da declaração de vacinação contra febre aftosa
415
0

Pecuaristas terão até 1º de julho; período para realização da vacinação está mantido, entre 1º e 31 de maio.

Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo decidiu, excepcionalmente, prorrogar para 1º de julho o prazo para entrega da declaração da vacinação do gado bovino e bubalino relativo à Campanha de Erradicação da Febre Aftosa. Entretanto, segundo o Ministério da Agricultura, o período para realização da vacinação está mantido, devendo ser vacinados os bovinos e bubalinos de todas as idades entre os dias 1º e 31 de maio.

A comprovação da vacinação contra a febre aftosa deverá ser realizada, preferencialmente, por meio eletrônico, como no caso do GEDAVE (Gestão de Defesa Animal e Vegetal), mas, considerando que muitos produtores ainda procuram o atendimento presencial dos Escritórios de Defesa Agropecuária para o auxílio nessa demonstração, a Secretaria resolveu prorrogar o prazo para evitar o contágio pela COVID-19, protegendo a saúde dos produtores e servidores da secretaria.

É importante destacar que o pecuarista, ao vacinar seu gado durante o mês de maio, precisa tomar alguns cuidados e se informar sobre boas práticas contra a Covid-19. Para isso, ele pode acessar o manual voltado à população rural e criado pela Secretaria de Agricultura de São Paulo: Manual de Orientação e Boas Práticas contra o Covid-19 para a população rural.

As entidades representativas dos produtores e das revendedoras de vacina contra a febre aftosa devem se organizar para que a vacina seja adquirida junto às revendas agropecuárias por telefone ou outro meio de comunicação à distância disponível, com entrega diretamente na propriedade rural que a adquiriu.

Quando não for possível, a venda direta ao produtor deverá ensejar todas as medidas necessárias para a mitigação da transmissão do Covid-19, tanto por parte dos produtores rurais, quanto por parte das revendas de vacina, que deverão estabelecer medidas de mitigação de risco, como horários e procedimentos exclusivos para atendimento de produtores com idades acima de 60 anos ou pertencentes a grupos de risco, sem prejuízo de outras estratégias recomendadas pelas autoridades de saúde.

Para o lançamento da comprovação da vacina no sistema GEDAVE, o usuário deve estar devidamente vinculado à Atividade Produtiva e com seu cadastro de pessoa física ativo. O usuário deve acessar o menu ‘Área Animal’ > Controles > Controle de Vacinação > Declaração de Vacinação – Febre Aftosa > Vacinação (etapa vigente). O site de acesso para o GEDAVE é http://gedave.defesaagropecuaria.sp.gov.br

415

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *