Home AGRICULTURA Café Balanço final supera números parciais e comprova que 1ª ALTA CAFÉ veio para ser referência na cafeicultura na Alta Mogiana

Balanço final supera números parciais e comprova que 1ª ALTA CAFÉ veio para ser referência na cafeicultura na Alta Mogiana

Balanço final supera números parciais e comprova que 1ª ALTA CAFÉ veio para ser referência na cafeicultura na Alta Mogiana
1.16K
0

Resultados finais de vendas e negócios prospectados durante a feira, realizada de 03 a 05 de março último, comprovam que os cafeicultores da região aguardavam um evento com oportunidades diferenciadas de negócios.

 

A Comissão Organizadora da 1ª ALTA CAFÉ (Feira de Negócios e Tecnologia da Alta Mogiana) confirmou, na manhã de terça-feira (17/03), em reunião realizada na sede do Sindicato Rural de Franca, que o balanço final de negócios da feira superou a previsão inicial que era de R$ 30 milhões. Segundo eles, as 89 marcas expositoras movimentaram R$ 74 milhões em negócios durante a feira e R$ 7 milhões em negócios prospectados para os próximos meses.

Todas as instituições financeiras presentes no evento movimentaram cifras consideráveis em financiamentos de máquinas, implementos, equipamentos, insumos e serviços agrícolas. Destaque, também, para as revendas agropecuárias e os bancos de fábricas, com linhas diferenciadas de negócios e vendas diretas.

Para José Henrique Mendonça, presidente da feira, presidente da AEAGRO – Associação dos Empreendedores do Agronegócio de Franca e Região e também presidente do Sindicato Rural de Franca, os resultados econômicos da feira comprovam a importância da proposta inicial dos organizadores.

“A feira foi criada com o propósito de oferecer oportunidades diferenciadas de negócios, com produtos, preços e formas de negociação mais acessíveis. E, tudo, de forma democrática, onde todas as empresas da cadeia produtiva da cafeicultura na Alta Mogiana pudessem mostrar e comercializar os seus produtos e serviços. E o resultado final comprova isto”, disse José Henrique.

OUTROS NÚMEROS

Seguindo a missão de contribuir com a Região da Alta Mogiana – local onde todos os Organizadores trabalham e desenvolvem suas atividades –, a 1ª ALTA CAFÉ orgulha-se também por ter promovido a geração de muitos empregos diretos e indiretos.

“Manteremos, sempre, o compromisso de contribuir para com a nossa região. Foi assim na organização e realização desta primeira edição da feira, bem como no convite aos expositores. Mas, gostaríamos também de ressaltar a grandeza da contribuição da feira para com o município de Franca. A feira gerou tributos diretos e indiretos aos cofres púbicos. Além disto, gerou renda e empregos diretos e indiretos em diversos tipos de atividades, como por exemplo: publicidade, montagem de estruturas, transporte especializado, segurança patrimonial, limpeza, postos de combustíveis, alimentação e hotelaria”, afirmou Sami El Jurdi, diretor da AEAGRO.

Como forma de comprovar o sucesso da 1ª ALTA CAFÉ, várias empresas visitaram o estande da Comissão Organizadora no último dia de feira para formalizar o interesse em participar da segunda edição da feira. “Bancos e empresas do setor de insumos, de peças, equipamentos, implementos e de máquinas protocolaram interesse em participar do próximo evento. Ficamos gratificados com este interesse e nos prontificamos a retornar, em breve, com informações detalhadas sobre o novo formato”, assegurou Danilo Vaz Pereira Lima, diretor da AEAGRO.

VISITAÇÃO

Outra comprovação do trabalho bem feito de organização, promoção e divulgação da 1ª ALTA CAFÉ está no público visitante. “Superamos o público esperado. Como primeira edição, estávamos otimistas com 1.500 visitantes durante todos os dias. Mas, alcançamos 4.400 pessoas. Além disto, contabilizamos visitantes, em sua maior amplitude, de 77 municípios do Estado de São Paulo e 32 municípios do Estado de Minas Gerais”, disse José Augusto Freixes, vice-presidente da AEAGRO.

Foram contabilizados, ainda, visitantes dos Estados do Espírito Santo, Paraná, Bahia, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Goiás e Tocantins, além de dois visitantes do México.

PRÓXIMA EDIÇÃO

Iniciando as tratativas visando a organização da 2ª edição da ALTA CAFÉ, a Comissão Organizadora discutiu todos os pontos positivos e negativos observados durante o evento.

“Além das observações de cada um dos Organizadores e da equipe contratada, contabilizamos todas as orientações protocoladas pelos expositores desta primeira edição. Ressaltamos, contudo, que mesmo com um pouco mais de 50 dias de organização, esta edição ficará para a história. Para o próximo ano, teremos mais tempo para organizar. Contudo, com muito mais responsabilidade para com os expositores e para com os cafeicultores da Região da Alta Mogiana”, finalizou José Henrique Mendonça.

LINK PARA FOTOS => http://bit.ly/2QmV09E

1163

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *