Home EVENTOS - DESTAQUES AgroBrasília Digital chega ao fim e registra 120 mil acessos em cinco dias

AgroBrasília Digital chega ao fim e registra 120 mil acessos em cinco dias

AgroBrasília Digital chega ao fim e registra 120 mil acessos em cinco dias
0
0

A AgroBrasília Digital encerrou-se nesta sexta-feira, 10 de julho, depois de cinco dias intensos em programação e negócios. Nesse período, a plataforma https://digital.agrobrasilia.com.br/ registrou mais de 120 mil acessos. Nos próximos 30 dias, ainda será possível acessá-la e aproveitar as condições e conteúdo preparados pelos expositores.

Marconi Borges, vice-presidente da AgroBrasília e gerente do escritório da Emater-DF no PAD-DF, relatou a surpresa positiva da organização com a participação do público e dos produtores. Registrou ainda agradecimentos aos patrocinadores – BRB (patrocinador exclusivo das lives), Bradesco, Ford e Valley –, aos parceiros institucionais, à equipe e à coordenadora de comunicação, Lydia Costa.

“Faço um agradecimento especial a todas as empresas expositoras, que muito engrandeceram nossa Feira. A AgroBrasília existe para promover o desenvolvimento rural e negócios, o que não seria possível sem as empresas que participam”, completou.

Lydia Costa, uma das idealizadoras da AgroBrasília Digital, contou que, diante da pandemia, foi preciso pensar em uma ação para marcar o ano e não interromper o histórico da Feira. “Posso afirmar que nosso objetivo foi atingido. Vimos que se renovou a expectativa de expositores e produtores e das pessoas que trabalham no Parque Ivaldo Cenci preparando tudo. A Feira foi possível por causa da confiança dos organizadores. Agradeço aos presidentes da Coopa-DF e da Feira, à equipe do evento e de suporte e às empresas que participaram da AgroBrasília Digital, que deram seu sim, que acreditaram”, falou.

Pontuou ainda que a Vitrine Tecnológica, seção na plataforma que apresenta em vídeos as tecnologias em genética vegetal instaladas no Parque Ivaldo Cenci, foi um legado da versão virtual. “Resgatamos as tecnologias da área de insumos e colocamos na plataforma. Se não houvesse feira, o trabalho desse setor teria se perdido.”

Warley Nascimento, chefe-geral da Embrapa Hortaliças, em nome da Presidência da estatal, registrou os cumprimentos da Embrapa aos organizadores da Feira e às empresas participantes. Lembrou que a instituição é parceira histórica da AgroBrasília e que, nessa versão digital, participou com o recorde de 22 centros de todo o País, que apresentaram cerca de 90 tecnologias.

“A AgroBrasília Digital propiciou imensa participação dos nossos técnicos, a quem agradecemos muito o empenho. Registro ainda um exemplo positivo do evento online – tivemos mil pessoas no lançamento de um cultivar de cenoura para sistemas orgânicos. Um dia de campo convencional não reuniria essa quantidade de participantes. O agro não para, o agro não pode parar, e essa iniciativa foi uma demonstração desse aspecto”, afirmou.

Inova AgroBrasília

Os preparativos para a edição de 2021 da Feira tiveram início, com o lançamento do Inova AgroBrasília, o primeiro desafio de soluções tecnológicas – que podem ser produtos, processos ou serviços – voltadas ao Controle Biológico, uma ferramenta importante no manejo fitossanitário das lavouras.

O desafio, nacional, terá como público-alvo empresários, acadêmicos ou pessoas empreendedoras com ideias inovadoras. Serão premiadas três soluções tecnológicas. As inscrições serão gratuitas e terão divulgação em momento oportuno.

Coordenador de Inovação Digital da Embrapa, Ricardo Fonseca Araújo detalhou pontos do concurso e falou do conceito de inovação. A estatal é parceira na realização do desafio. “Algumas décadas atrás, a inovação era tida como invenção. Hoje, o conceito de inovação refere-se também à adoção do que foi inventado. Brasília é uma cidade que tem em seu DNA esse conceito. Pensando nisso, a AgroBrasília, a Coopa-DF, a Embrapa e outros parceiros querem trazer para cá um ecossistema de inovação forte. E, daqui, irradiá-lo para o Brasil”, afirmou.

O concurso terá três fases – inscrições e homologação, classificação de até dez propostas, e a competição em si. Dessas etapas, apenas a competição será presencial, mas poderá ser adaptada a um formato virtual caso o cenário da pandemia ainda persista em 2021.

Em seguida, foi apresentado o mascote do Inova AgroBrasília. Nas próximas semanas, o nome vai ser escolhido em concurso a ser lançado nas redes sociais da Feira.

O presidente da Coopa-DF, José Guilherme Brenner, vê a iniciativa como um elemento que vai enriquecer a AgroBrasília em 2021. “Ano que vem teremos uma Feira ainda melhor, com maior abrangência, mais internacionalizada”, prevê.

Quanto à edição digital, declarou que foi a melhor Feira que poderia ter sido feita diante das circunstâncias. “O agricultor está acostumado a viver o cotidiano de acordo com a situação e sabe que nenhuma safra é igual a outra. Ele nunca sabe o que vai acontecer, mas sempre se adapta. Todo ano para o produtor é uma safra diferente. E 2020 foi uma safra diferente para a AgroBrasília. Não seria possível fazer de outra forma, mas cumprimos nosso papel de unir o setor – produtores, empresas, instituições”, afirmou.

Brenner reforçou que a plataforma continua ativa por mais 30 dias, com todas as condições preparadas pelas empresas para o produtor. As gravações das lives também podem ser acessadas nesse período e depois ficam disponíveis permanentemente no canal da AgroBrasília no YouTube.

FONTE: Assessoria de Imprensa imprensa@agrobrasilia.com.br

0

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *